top of page
  • Foto do escritorNathalie Ferreira

O processo não tem roteiro pronto

Atualizado: 2 de ago. de 2023

Cada vez que tentamos criar uma nova lei sobre nós mesmos para existir, a vida trai nossa ingenuidade e se prova muito mais dinâmica do que nossa ilusão por segurança admite aceitar.


Aceitar o fluxo do devir é abandonar as nossas resistências para nascer e morrer quantas vezes o processo nos exigir: aprender a navegar com medo, a amar o mistério e encontrar alívio e liberação na morte do que já não é mais.


Encontrar a si mesmo — individuar-se — é desencontrar-se de tudo o mais para ser sempre parcialmente parecido com alguns, com a solidão de nunca ser exatamente igual a ninguém.


E de repente aprender a amar as diferenças dos outros também, pois elas nos desafiam a continuar no fluxo dinâmico de nunca saber-se por completo e continuar vivendo para descobrir, a si mesmo e ao mundo em perspectivas cada vez mais amplas e livres. Isto pode ser o que se chama individuação.

3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Psicologizar

Psicologizar não é encontrar a forma correta de ver, mas uma outra forma, menos literalizada, e por isso, não pode ter a pretensão de ser mais central ou verdadeira. Psicologizar não resolve, mas sim

Comments


Navegue em outros temas:

bottom of page